Tel.: (11) 5081.4936 / 5082.3913 - WhatsApp: (11) 94086.1112
Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 270
Vila Mariana - CEP: 04014-000 - São Paulo - SP
mortes_h1n1.jpg

Fonte: G1 AM

Mais de 30 pacientes tiveram diagnóstico confirmado para Influenza A

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS) confirmou 39 casos de Influenza A e 12 mortes por H1N1. Os números foram divulgados na noite desta quarta-feira (27), na edição nº 02/2019 do Boletim Epidemiológico da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

Segundo o boletim, foram notificados 195 casos de SRAG no Estado. Destes, 39 (54%) deram positivo para o Vírus da Influenza A (H1N1), 25 (34%) para Vírus Sincicial Respiratório (SRV), 47 (22%) foram descartados e os demais seguem em investigação. Há registro de casos positivos por H1N1 em todas as faixas etárias. Em relação ao Vírus Sincicial Respiratório, a maior incidência são em menores de um ano.

Continue lendo

morte_febre_amarela.jpg

Fonte: José Maria Tomazela - Estadão

O Departamento Municipal de Saúde de Eldorado confirmou nesta quinta-feira (15) a febre amarela como causa da morte de três pessoas ocorridas este ano no município, localizado no Vale do Ribeira, região sul de São Paulo. Os óbitos são os primeiros por febre amarela confirmados neste ano no estado. Outras quatro pessoas que foram internadas com sintomas também estão com o vírus da doença, conforme o resultado de exames feitos pelo Instituto Adolfo Lutz.

Até o momento, foram confirmados nove casos no estado, dos quais quatro foram em Eldorado, quatro em Pariquera-Açu e um em Jacupiranga, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde. Em 2018, São Paulo teve 503 casos confirmados e 176 mortes pela doença.

Continue lendo

bre_payton.jpg

Fonte: Gilvan Marques - UOL - TV e Famosos

Bre Payton, jornalista e comentarista de 26 anos, que fazia campanha contra a vacina, morreu em San Diego, nos Estados Unidos, em decorrência de gripe suína (H1N1), agravada por um quadro de meningite, de acordo com informações publicadas pela rede CNN en Español, neste sábado (5).

E, curiosamente, existe vacina para as duas doenças.

Payton fazia aparições regulares em veículos alinhados com o conservadorismo, como as redes FOX News, FOX Business Channel e One America News Network. Atualmente trabalhava na revista on-line conservadora "The Federalist", que confirmou a morte da jornalista inicialmente.

Continue lendo

febre_amarela_verao.jpg

Fonte: Renata Turbiani - BBC News Brasil

De acordo com números do Ministério da Saúde, de 1º de janeiro a 8 de novembro deste ano, foram registrados 1.311 casos e 450 mortes por febre amarela, quase o dobro do identificado no mesmo período do ano anterior

A corrida por vacinas após o maior surto recente de febre amarela no Brasil, há quase dois anos, não foi suficiente para conter os riscos de expansão da doença. De acordo com números recentes do Ministério da Saúde, de 1º de janeiro a 8 de novembro deste ano, foram registrados 1.311 casos e 450 mortes, quase o dobro do identificado no mesmo período do ano anterior, 736 casos e 230 mortes.

Agora, com a proximidade do verão, época de maior risco de transmissão - o aumento da temperatura favorece a reprodução dos mosquitos transmissores e, por consequência, o potencial de circulação do vírus -, o governo faz um alerta para que as pessoas que vivem em áreas com evidências da patologia (a lista completa pode ser acessada no site do MS) busquem a vacinação o quanto antes.

Continue lendo

sarampo_mortes.jpg

Fonte: Natália Cancian - Folha de São Paulo

Cerca de 98,5% ocorreram no Amazonas e Roraima; governo diz que há queda em novos casos

O Brasil já registra 10.163 casos confirmados de sarampo desde o início deste ano até 27 de novembro, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira (28) pelo Ministério da Saúde.

Do total de casos, 9.695 ocorreram no Amazonas e 347 em Roraima, estados que registram surto da doença.

Também foram confirmadas 12 mortes –quatro em Roraima, seis no Amazonas e duas no Pará.

Segundo o ministério, o aumento no número de confirmações ocorre devido a uma força-tarefa realizada no último mês em Manaus para avaliar resultados de exames em casos suspeitos.

O governo, porém, diz que o número de novos casos suspeitos tem reduzido nas últimas semanas.

No Amazonas, o maior volume de casos ocorreu entre julho e agosto deste ano. Já em Roraima, o pico da doença foi entre fevereiro e abril, informa. “Em ambos os estados, no momento, a curva de novos casos é decrescente”, diz a pasta.

Continue lendo

© 2018 - Prometheus Centro de Imunização e Infusão
Horário de Funcionamento:
Seg. - Sex. das 9h00 às 18h00
Sábados das 9h00 às 14h00
Tel.: (11) 5081.4936 / 5082.3913
WhatsApp: (11) 94086.1112